Tag Archives: cursos preparatórios

Colégio Pedro II – Faça o curso preparatório no Cape Preparatórios !

colegio pedroII2 Colégio Pedro II – Faça o curso preparatório no Cape Preparatórios !

Concurso do Colégio Pedro II

O Colégio Pedro II através da organizadora IDECAN  do concurso de admissão ao sexto e nono  anos do ensino fundamental aplicará as provas do processo seletivo no próximo dia 30 de Novembro.

Os cartões de confirmação (CCI) já podem ser obtidos através do site do IDECAN , basta digitar o número do CPF do responsável pela inscrição do aluno no concurso.

Os locais de realização das prova objetiva de múltipla escolha e da redação, para os quais os candidatos deverão se dirigir, serão divulgados a partir de 24 de novembro de 2014no site www.idecan.org.br. São de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta de seu local de realização da prova objetiva e da redação, e comparecimento no horário determinado.

Os locais de realização das prova objetiva de múltipla escolha e da redação, para osquais os candidatos deverão se dirigir, serão divulgados a partir de 24 de novembro de 2014 no site www.idecan.org.br. São de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta de seu local de realização da prova objetiva e da redação, e comparecimento no horário determinado.

O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização da prova com antecedência mínima de 60 (sessenta) minutos do horário fixado para o seu início, munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, feita de material transparente e de ponta

grossa, de comprovante de inscrição e de documento de identidade original.

Não serão aceitos como documentos de identidade: certidões de nascimento, carteiras de estudante, Riocard, cartão de concessão de benefício social, carteiras de clube, carteiras de plano de saúde, crachás ou outros sem valor de identidade nem documentos ilegíveis, não identificáveis e/ou danificados, que definitivamente não identifiquem o portador do documento.

O candidato somente poderá retirar-se do local de realização da prova levando o caderno de prova no decurso dos últimos 30 (trinta) minutos anteriores ao horário previsto para o seu término. O candidato, também, poderá retirar-se do local de provas somente a partir dos 60 (sessenta) minutos após o início de sua realização, contudo, não poderá levar consigo o caderno de provas.

Serviço:

Idecan.org.br

Polícia Federal: AGU derruba liminar que suspendeu o concurso

PF1 Polícia Federal: AGU derruba liminar que suspendeu o concurso

Concurso para Polícia Federal

Advocacia Geral da União (AGU) conseguiu derrubar a liminar que suspendeu o concurso da Polícia Federal (PF) para 600 vagas de agente. A seleção havia sido paralisada pelo juiz da 1ª Vara Federal de Uberlândia/MG, Bruno Vasconcelos, em atenção a pedido do Ministério Público Federal (MPF) para adequação dos testes físicos e do curso de formação às necessidades dos candidatos com deficiência, que contam com reserva de 30 vagas. O Cespe/UnB, organizador do concurso, deverá divulgar novas informações sobre a seleção no próximo dia 28.

Segundo informou a AGU, a continuidade do concurso foi garantida após o relator do recurso da União na 5ª turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) ter acolhido os argumentos apresentados, deferindo o pedido para suspender os efeitos da decisão até o pronunciamento definitivo do colegiado. O magistrado destacou que “a previsão editalícia de inaptidão decorrente de determinadas condições físicas foi estabelecida para todos os candidatos participantes do certame, independentemente da sua condição de ser ou não portador de necessidades especiais, a descaracterizar o tratamento supostamente diferenciado, alegado pelo Ministério Público Federal, na hipótese dos autos”.

No recurso protocolado junto ao TRF1, foi destacado que a suspensão do concurso pelas razões alegadas contrariava julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) no Recurso Extraordinário (RE) 676.335/MG e afrontava o princípio da isonomia. A AGU ressaltou que a decisão do STF, transitada em julgado , estabeleceu que os candidatos com deficiência, inscritos nos concursos da PF deveriam realizar o concurso em igualdade de condições com os demais. Ainda segundo o órgão, a concessão da liminar contrastava com entendimento do STF, pois limitava as atribuições da banca examinadora, ao pretender que o candidato com deficiência não fosse eliminado na perícia, mas apenas no estágio probatório.

Foi destacado também que o edital assegura o acesso da pessoa com deficiência ao concurso, não podendo porém haver prejuízo à administração pública quanto ao desempenho do cargo, conforme determinação da ministra Cármen Lúcia. Além disso, a AGU sustentou que a adaptação do exame de aptidão física e do curso de formação profissional a candidatos com deficiência seria inviável, tanto acadêmica como tecnicamente. A cassação da liminar foi obtida pro meio de atuação conjunta da Procuradoria-Seccional da União (PSU) em Uberlândia e da Procuradoria-Regional da União da 1ª Região (PRU1) .

Inicialmente, as provas objetivas e discursivas do concurso estão previstas para 21 de dezembro, mas é pouco provável que essa data seja mantida. Além das provas escritas, dos testes físicos e do curso de formação, a seleção para agente (nível superior; R$7.887,33) prevê avaliações médica e psicológica e investigação social. O concurso conta também com 120 vagas reservadas a negros.

INMETRO: edital para 2º e 3º graus no início de novembro

INMETRO

Falta pouco para que o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) abra seu concurso para cargos dos níveis médio, médio/técnico e superior. Segundo informou na última quarta, dia 22, o responsável pela Coordenação-Geral de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas (Cogep) do Inmetro, Paulo Roberto Rodrigues, o Idecan (organizador) deverá encaminhar para a autarquia, até esta sexta, 24, o contrato assinado.

Assim que o contrato for recebido, o Inmetro o assinará também, oficializando a escolha da organizadora e possibilitando assim a pronta publicação dos três editais. “A previsão inicial de divulgação das normas do concurso deverá sofrer um pequeno atraso, passando agora para o início de novembro, e não mais até o fim deste mês”, ressaltou o Paulo Rodrigues.
Em paralelo a este procedimento, o cronograma do certame está sendo definido também, mas algumas datas ainda não foram fechadas, tais como prazo de inscrição e aplicação de provas, pois dependem do acerto do dia em que os editais serão publicados. O responsável pela Cogep adiantou, contudo, que os exames deverão ser prestados no final de janeiro de 2015 ou no início de fevereiro do ano que vem.
A seleção visará ao preenchimento de 80 vagas iniciais. Dessas, 19 serão para assistente executivo, de nível médio, e nove para técnico, com exigência de médio/técnico. Para graduados, haverá 39 vagas de analista, 11 de pesquisador-tecnologista e duas de especialista. Na última carreira, entretanto, é preciso ainda a conclusão de doutorado, no mínimo, há dez anos.
Atualmente, as remunerações são as seguintes: os técnicos e assistentes recebem R$3.189,10, enquanto que os analistas e pesquisadores ganham R$7.248,77. Já os rendimentos dos especialistas são de R$16.212,06. Todos os valores já incluem R$373 de auxílio-alimentação.
As taxas de inscrição deverão ser de R$65 para os cargos dos níveis médio e médio/técnico, R$130 para os analistas e pesquisadores e R$150 para os especialistas, segundo o coordenador-geral de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas (Cogep) do Inmetro. A lotação dos classificados ocorrerá no Rio de Janeiro (56 vagas), no bairro do Rio Comprido e em Xerém, em Duque de Caxias, além de nas duas superintendências do Inmetro, no Rio Grande do Sul (12) e em Goiás (12).
O concurso constará com provas objetivas, de títulos e de experiência profissional, e os pesquisadores e analistas farão também exames discursivos. Já os especialistas passarão por exame de títulos e de produção científica e tecnológica, defesa pública de memorial e exames didáticos. O regime de contratação é o estatutário, ou seja, com estabilidade empregatícia garantida.

Inscrições abertas para 4.019 vagas. Até R$6.395 mensais

DATAPREV

A Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev) divulgou na terça-feira, dia 21, no Diário Oficial da União, uma retificação do edital do concurso para cargos de níveis médio/técnico e superior, publicado na última segunda, 20. Foi alterada a tabela de vagas, com a inclusão de três oportunidades no cargo de analista de tecnologia da informação para pessoas com deficiência, sendo uma para Florianópolis, uma para João Pessoa e uma para o Rio de Janeiro. Agora, o total é de 4.019 vagas em cadastro de reserva (com 10% da oferta para deficientes), que poderá ser utilizado durante a validade do concurso, de dois anos, podendo dobrar. As vagas estão distribuídas por todo o país.

Também foi alterada a redação de alguns tópicos do edital que se referem aos portadores de deficiência, assim como o anexo do laudo médico – as retificações podem ser conferidas no anexo ao final dessa matéria. No nível médio/técnico, há vagas para os cargos de auxiliar de enfermagem do trabalho e técnico de segurança do trabalho. A remuneração é de R$3.129,73, incluindo o salário base de R$2.123,40, o adicional de atividade de R$285,13 e o auxílio-alimentação de R$721,20. Já para os graduados, haverá vagas para as funções de analista de processamento, engenheiro de segurança do trabalho, médico do trabalho e analista de tecnologia da informação. Os ganhos, para o primeiro cargo, são de R$5.837,38, sendo R$4.445,95 de vencimento-básico, R$ 670,23 de adicional de qualidade e R$ 721,20 de auxílio-alimentação. Já para as demais funções, a remuneração é de R$6.395,39 (R$5.003,96 de salário base, R$670,23 de adicional de atividade e R$721,20 de auxílio-alimentação).

A Dataprev também oferece benefícios como reembolso pré-escola (para filhos matriculados em creche, maternal e educação infantil), reembolso escolar (para os dependentes dos empregados matriculados no ensino fundamental e médio), apoio financeiro a tratamento especializado, auxílio-alimentação/refeição, plano de previdência complementar (opcional) e plano de saúde e odontológico (opcional). As cargas de trabalho serão de 20h para os médicos, 30h para os analistas de processamento e auxiliares ou 40h para os analistas de tecnologia da informação e técnicos.

As inscrições estão abertas e vão até as 23h59 de 17 de novembro, exclusivamente pela internet, no site do Instituto Quadrix, organizador. As taxas de inscrição são de R$50 (médio/técnico) e de R$80 (superior), e o prazo para isenção das tarifas é até o dia 10 do próximo mês, também apenas na página eletrônica da banca. A seleção inclui provas objetivas e discursivas (redação), para todos, e de títulos apenas para nível superior. As avaliações objetiva e discursiva serão realizadas nas 26 capitais estaduais e no Distrito Federal, com duração de quatro horas, no dia 14 de dezembro à tarde.